Depois de ser eleito a pessoa mais influente no Twitter pelo jornal The New York Times, o comediante e jornalista, Rafinha Bastos, vai ganhar um perfil no periódico feito por Larry Rother.
Segundo a coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo, o comediante do programa “CQC”, da Bandeirantes, foi entrevistado por Rother, que em 2004, quase foi expulso do país por ter sugerido que o ex- presidente, Luis Inácio Lula da Silva, teria gosto por bebidas alcoólicas.Procurado pelo Portal IMPRENSA, o jornalista não quis adiantar sobre o contéudo da entrevista, mas confirmou que o perfil será publicado ainda este mês no caderno especial de domingo “Arts&Leisure”, do NYT

Bastos enfrenta inquérito policial, por causa de piadas consideras preconceituosas e machistas, veiculadas na revista Rolling Stone.
Anúncios